Lançado oficialmente o Dezembro Vermelho no estado do Ceará

83 0
Compartilhe este artigo:Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Email this to someone
email
Print this page
Print

Numa realização do Fórum do Movimento Social de Luta Contra Aids, Secretaria de Saúde do município de Fortaleza, Frentes parlamentares de Luta contra Aids municipal e estadual e SESA, na tarde deste domingo (01/12) dia Mundial de Luta

Contra a Aids foi lançado oficialmente no Centro Cultural Belchior na Praia de Iracema,  o Dezembro Vermelho 2019 com o tema: “Vencendo o Preconceito e Ampliando a Assistência”.

O evento contou com as presenças do deputado estadual Acrísio Sena (Frente Parlamentar de Luta Contra Aids na Assembléia Legislativa), vereador de Fortaleza Eron Moreira (Frente Parlamentar de Luta Contra Aids na Câmara Municipal), Dra. Telma Martins representando a SESA, Vando Oliveira (RNP+CE),  Credileuda Azevedo e Orleandra Alves (MNCP), Renê Herculano (RSP Fortaleza), Marcos Paiva (SMS), Silene Santos (Representante da Região do Cariri), Instituições que compõem o Fórum: Fábrica de Imagens, Associação de Voluntários do HSJ, Pastoral da Aids, GRAB, Casa de Andaluzia, CONVIVER, membros da RNP+CE, Voluntários, SESC, parceiros e população em geral.

No primeiro momento a representante Regional das Cidadãs Positivas fez a leitura  da Carta Aberta que fala dos inúmeros desafios relacionados à Luta Contra Aids destacando a invisibilidade do movimento e suas pautas que se acentuam recentemente no âmbito federal, quando o Ministério da Saúde no primeiro semestre, põe fim ao Departamento que atendia questões referentes à aids, hepatites virais e outras infecções sexualmente transmissíveis, reduzindo-o apenas a um setor de doenças crônicas e infecções sexualmente transmissíveis.

Logo após, o deputado Acrísio Sena destacou a importância deste manifesto que há muito tempo se faz presente na vida das pessoas citando a conquista do Passe Livre que se pretende se tornar Lei, ampliação e reforma do HSJ e se comprometeu agora como deputado estadual em continuar  seu apoio em continuar abraçando a causa HIV/Aids.

Em seguida, a radialista e ativista representando a Região do Cariri e demais municípios do interior destacou a luta constante dos seus 9 anos de HIV sendo porta voz de tantas outras pessoas que lutam contra o estima e o preconceito, destacando também sua bandeira da população  realizar o teste de HIV sem medo e assim terem uma vida melhor.

Vando Oliveira diz emocionado: “Nesta abertura do Dezembro Vermelho destaco a preocupação sobre o aumento da epidemia no estado do Ceará em relação ao ano passado. A falta de políticas públicas direcionadas ao tratamento e prevenção deixando claro que o estado do Ceará não tem responsabilidade com as políticas de HIV e Aids e que, a exemplo do governo federal, o governo do Ceará está seguindo  o mesmo caminho: o governo federal extinguiu o Departamento de Aids e o Ceará simplesmente se acaba com o Programa. No atual governo do estado foi excluído, como também em Fortaleza, tendo apenas uma área técnica. É preciso que o governador do estado, o prefeito de Fortaleza e os senhores secretários saibam que pessoas sexualmente ativas estão se infectando todos os dias e pessoas com HIV e aids estão morrendo todos os dias. Que esses 46% de aumento de infecção refletem na falta de políticas públicas por uma irresponsabilidade do governo do estado que retirou o único médico infectologista do município de Horizonte deixando mais de 100 pessoas sem atendimento, e que nem a Justiça temos do nosso lado por terem engavetado a denúncia que fizemos realizando assim um crime contra a vida das pessoas.”

Em um segundo momento do evento, Dra Telma Martins, representando a secretaria Estadual de Saúde, falou que nestas mais de três décadas de AIDS no Ceará, há tempos não se viam tantas dificuldades para ampliar as políticas de assistência no tratamento das PVHA. São 30 SAE no estado do Ceará que não conseguem atender a demanda crescente.  Citou que é necessário que os movimentos sociais, lutem cada vez mais para a manutenção das políticas, pois o que se vê é o desmonte frequente destas políticas, principalmente pelo o governo federal.

O Vereador Dr. Eron, agradeceu por atualmente estar presidindo a Frente Parlamentar Municipal de Luta Contra a AIDS da Câmara Municipal de Fortaleza junto com os movimentos sociais nas lutas pela a melhoria da assistência para as PVHA de Fortaleza. Reconheceu o trabalho da RNP+Ceará e suas cobranças para melhorias nas políticas públicas de saúde para as PVHA. Lembrou de quando estudou com o médico Dr. Anastácio Magalhães, profissional referência no tratamento das PVHA do Ceará, e que juntos trataram de um caminhoneiro com aids na década de 80 num momento bem desafiador, pois tudo ainda era muito novo na época.  Disse que esta data se faz necessária o ano todo e solicita que juntos, precisamos dar mais atenção à prevenção dos jovens, e parabenizou o compromisso dos movimentos sociais que lutam diariamente pelas PVHA de Fortaleza.

Finalizando, Renê Herculano (RSP Fortaleza) apresentou os movimentos sociais que lutam através do Fórum  Social  de Luta Contra a AIDS do Ceará, agradeceu a parceria com o Centro Cultural Belchior e o Grupo Alucinação Hip e Hop que  possibilitaram realizarmos juntos o lançamento do Dezembro vermelho e do Dia Mundial de Luta Contra a AIDS.  Lembrei que é necessário irmos para um enfrentamento maior com os governantes estaduais e municipais para que nossas políticas públicas de saúde e assistência realmente tenham mais atenção e investimentos.

Durante toda a tarde e noite foram realizadas abordagens educativas com a população acerca dos cuidados para a prática do sexo seguro além da distribuição de preservativos e material informativo. O abraço humano com o laço vermelho, símbolo da luta contra aids, finalizou as atividades.

Compartilhe este artigo:Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Email this to someone
email
Print this page
Print

Nenhum comentário on "Lançado oficialmente o Dezembro Vermelho no estado do Ceará"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.