Nota de Repúdio a Edson Buhamra, diretor geral do Hospital São José, Fortaleza-CE

267 0
Compartilhe este artigo:Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Email this to someone
email
Print this page
Print

 

 

 

A Rede Nacional de Pessoas Vivendo com HIV e AIDS (RNP+BRASIL), Movimento de Pessoas Vivendo com HIV e AIDS (PVHA) criado a partir de 1995, no Rio de Janeiro, atualmente organizada nas cinco regiões do País, manifesta seu repúdio à atitude do Diretor Geral do Hospital São José, Edson Buhamra, da cidade de Fortaleza/CE, para com o Coordenador da RNP+CE, Sr. Vando Oliveira, quando o mesmo foi ao hospital averiguar denúncias de usuários/as, de que alguns leitos da Unidade F estariam sendo interditados por problemas de infiltração, e o Diretor o tratou de forma autoritária e desrespeitosa.

Sem o mínimo de diálogo o Sr. Edson não permitiu que o membro da RNP+CE tivesse acesso ao usuário que estava internado, para verificar se a denúncia de infiltração nos leitos era verídica e também para ser acolhido.  Sendo o acolhimento, atividade principal da RNP+CE e que tem parceria com o Hospital São José no decorrer dos seus 22 anos de existência.

Nós da RNP+BRASIL, consideramos que esse gestor, não tem preparo técnico, nem tampouco emocional para estar coordenando um serviço de referência em HIV e aids. Solicitamos à SESA – Secretaria Estadual da Saúde do Estado do Ceará, a saída do referido diretor do Hospital São José, que é referência no cuidado, respeito e humanização às pessoas vivendo com HIV e aids.

Pedimos também que o problema de infiltração, que acontece há mais de dois anos, seja resolvido o mais rápido possível, sem que isso prejudique a saúde e o tratamento das PVHA atendidas e acolhidas no hospital.

 

RNP+BRASIL, 04 de fevereiro de 2020

Compartilhe este artigo:Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Email this to someone
email
Print this page
Print

Nenhum comentário on "Nota de Repúdio a Edson Buhamra, diretor geral do Hospital São José, Fortaleza-CE"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.