Pessoas vivendo com HIV estão sem medicamentos em SC

1111 0
Compartilhe este artigo:Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Email this to someone
email
Print this page
Print

Segundo a Secretaria Estadual de Saúde o problema foi definido como “alteração nas agendas de entregas”

Uma mudança contratual da SES (Secretaria de Estado da Saúde) provocou problemas no abastecimento de antirretrovirais em Santa Catarina. Os medicamentos são utilizados por pessoas vivendo com HIV e são indispensáveis para a qualidade de vida dos pacientes.

Marcelo Pacheco faz uso do medicamento há 16 anos e conta que conhece cerca de 18 pessoas que foram afetadas pela falta de abastecimento. Segundo ele, as cidades de Balneário Camboriú, Barra Velha, Penha, Criciúma e Florianópolis foram afetadas.

Ele relatou que na Capital catarinense ele conseguiu o medicamento após uma semana fazendo busca, mas que não chegou a ficar sem. “Florianópolis chegou a ficar zerada na quinta-feira passada e hoje (segunda) solicitaram repasse a São José”.

Outra importante informação denunciada por Marcelo é que o estoque dos medicamentos está sendo feito para 30 dias, em Florianópolis. Segundo ele, a recomendação é de três meses de acordo com o protocolo do Ministério da Saúde.

Pessoas vivendo com HIV estão sendo afetadas em diversas cidades de Santa Catarina – Foto: Reprodução/RICTV Record TV/NDPessoas vivendo com HIV estão sendo afetadas em diversas cidades de Santa Catarina – Foto: Reprodução/RICTV Record TV/ND

O que diz a SES

Segundo a SES, o problema ocorreu por conta da transição contratual entre as empresas prestadoras de serviços logísticos. Confira a nota na íntegra:

“Em virtude da transição contratual que ocorreu entre as empresas prestadoras de serviços logísticos, houve a necessidade de realização de inventário geral dos itens armazenados em nosso Centro de Distribuição, o que ocasionou alteração nas agendas de entregas.

Cabe ressaltar que antes do início dos inventários foram realizadas entregas com quantidades superiores às planejadas visando evitar desabastecimentos.

A empresa RV Ímola iniciou a operação logística no dia 25/04/2022 e até a presente data está trabalhando de segunda a sábado para colocar as agendas em dia. Já foram emitidas 1.798 guias, 120 pedidos/dia entregues nas regionais de saúde, municípios e hospitais da rede própria da SES.

Cabe informar ainda que diariamente estamos atendendo todas as emergências além de inúmeras entregas por todo o Estado. Considerando as situações relatadas, solicitamos que caso sua Unidade, Regional ou Município estejam com algum item crítico ou emergencial para abastecimento que encaminhe a solicitação para que possamos atender o mais rápido possível.

A SES reforça que está trabalhando para normalizar essa situação o mais rápido possível. Até dia 18 de maio, os medicamentos do programa da AIDS e materiais dos Ostomizados serão atendidos.”

 

Fonte: RD+

Compartilhe este artigo:Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Email this to someone
email
Print this page
Print

Nenhum comentário on "Pessoas vivendo com HIV estão sem medicamentos em SC"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.