Setembro Amarelo e Dia do Idoso: o que a ciência sabe sobre suicídio e etarismo?

59 0
Compartilhe este artigo:Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Email this to someone
email
Print this page
Print

Para marcar dois eventos importantes do mês de setembro, o Instituto de Ciências Biomédicas da USP realiza duas lives sobre saúde mental e envelhecimento.

Duas datas comemorativas marcam o mês de setembro no Brasil: a Campanha de Prevenção ao Suicídio, promovida pela Associação Brasileira de Psiquiatria, e o Dia Nacional do Idoso, criado pelo Senado Federal para promover a reflexão sobre a situação do idoso no País, seus direitos e dificuldades. Para discutir esses assuntos do ponto de vista da ciência, o Instituto de Ciências Biomédicas (ICB) da USP realizará duas lives distintas com especialistas dessas áreas. No dia 20, será discutido como a ciência pode ajudar a prevenir o suicídio; já no dia 28, serão abordados os impactos do etarismo na saúde e nas relações sociais dos idosos. Os vídeos são transmitidos pelo YouTube e Facebook do ICB.

A primeira live acontece no dia 2o, às 13h30, e terá como convidado o professor Flávio Shansis, da Universidade do Vale do Taquari (Univates). Mestre em Psiquiatria e doutor em Ciências Médicas, o docente apresentará sua linha de pesquisa, que busca identificar fatores relacionados ao comportamento suicida com o intuito de avançar na prevenção e nas possibilidades terapêuticas. Seus estudos são realizados na região do Vale do Taquari, no Rio Grande do Sul, onde o índice de suicídios é três vezes maior que a média brasileira. Veja aqui este vídeo: https://youtu.be/Qslpep0Gar4 

Na semana seguinte, no dia 28, também às 13h30, os convidados são os professores Marcelo Mori e Anita Neri, ambos da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Na live, eles abordarão as consequências do etarismo (discriminação contra pessoas com base em estereótipos associados à idade) para a saúde mental e física dessa população. Graduado em Ciências Biológicas e doutor em Biologia Molecular, Mori investiga os mecanismos moleculares associados ao processo de envelhecimento. Enquanto Neri, mestre e doutora em Psicologia, coordena estudos sobre a percepção dos idosos sobre qualidade de vida e opiniões sobre o ambiente físico, social e condições de saúde.

Com transmissão pelo YouTube e Facebook, as lives fazem parte do programa ICB em Pauta – uma série de entrevistas realizadas uma vez por semana para discutir temas diversos da ciência e da saúde, além de assuntos de interesse da comunidade científica. Veja aqui as entrevistas anteriores.

Acadêmica Agência de Comunicação

Fonte: Jornal da USP

Compartilhe este artigo:Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Email this to someone
email
Print this page
Print

Nenhum comentário on "Setembro Amarelo e Dia do Idoso: o que a ciência sabe sobre suicídio e etarismo?"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.