RNP+BRASIL lança publicação do estudo sobre dados da sociometria

226 0
Compartilhe este artigo:Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Email this to someone
email
Print this page
Print

A RNP+BRASIL lançou, durante seu 8º Encontro Nacional, a publicação do estudo baseado na sociometria da RNP+. Coordenado pelo ativista e professor Jorge Beloqui, o estudo foi financiado pelo Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/AIDS (UNAIDS) no Brasil e traz os dados sociométricos dos membros da RNP+ relativos aos anos de 2015 e 2017. O GIV – Grupo de Incentivo à Vida foi parceiro da RNP+ na administração dos recursos financeiros recebidos do UNAIDS.

Intitulado Brasil: Violência e Discriminação em Pessoas Vivendo com HIV/AIDS – A perspectiva dos membros da RNP+ traz dados relativos à violência e à discriminação sofridas pelas pessoas vivendo com HIV e aids (PVHA), bem como dados de adesão ao tratamento sob os mais diversos recortes e cruzamentos. Estes dados foram coletados entre os membros da RNP+ em 2015 e em 2017, através de formulário online construído no FormSUS.

Na condução da pesquisa, o professor Jorge Beloqui, do Grupo de Incentivo à Vida, da RNP+ e do Instituto de Matemática e Estatística da Universidade de São Paulo, contou com a consultoria de texto de Gabriela Junqueira Calazans e revisão ortográfica e gramatical de Paulo Giacomini.

“Dos dados aqui analisados, aqueles referentes à discriminação e à violência – particularmente à violência física – foram os que mais surpreenderam. Não por sua existência, mas devido aos altos índices identificados. Com efeito, houve uma proporção significativa dos respondentes que referiu ter vivido situações de discriminação e violência (62% dos respondentes nos dois anos em estudo) e terem sido discriminados em função do HIV (45%).

Não houve distribuição heterogênea persistente que afetasse mais a alguma categoria em especial. Ou, por outras palavras: esse estudo não identificou entre as PVHA, populações mais vulneráveis à violência, à discriminação em geral e à discriminação relacionada ao HIV, em particular, para os recortes analisados.

Notamos uma tendência de crescimento da violência e da discriminação relacionada a alguns pertencimentos religiosos das PVHA respondentes, como o candomblé, a umbanda, o agnosticismo. O ateísmo e aqueles que se declaram como sem religião.

Algo relevante  para a vida das PVHA é o reconhecimento de que a exposição sobre a sorologia positiva para HIV aumenta a possibilidade de discriminação. O que se faz notar nas taxas superiores de discriminação relacionada ao HIV associada ao conhecimento da sorologia em ambientes caracterizados neste estudo como “ambientes públicos”, tais como escola, trabalho e vizinhos.”

Os achados do estudo da RNP+ coordenados por Beloqui vão ao encontro dos dados da Pesquisa de Comportamentos, Atitudes e Práticas na População Brasileira (PCAP) 2013 do Ministério da Saúde.

Na foto, Jorge Beloqui apresenta os resultados do estudo da RNP+BRASIL
Foto: Bernoch (RNP+BRASIL/UNAIDS)

Compartilhe este artigo:Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Email this to someone
email
Print this page
Print

Nenhum comentário on "RNP+BRASIL lança publicação do estudo sobre dados da sociometria"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.