Terapia dupla para PVHA acima de 18 anos – Nota Informativa do Ministério da Saúde

461 0
Compartilhe este artigo:Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Email this to someone
email
Print this page
Print

NOTA INFORMATIVA Nº 22/2021-CGAHV/.DCCI/SVS/MS

 

Dispõe sobre as recomendações para

utilização de terapia dupla para Pessoas

Vivendo com HIV (>18 anos)

 

I – CONTEXTUALIZAÇÃO

Considerando as informações científicas disponíveis sobre a terapia dupla, com medicamentos com alta barreira genética dolutegravir (DTG) ou darunavir com reforço de ritonavir (DRV + RTV), associados a lamivudina (3TC), que demonstram segurança e eficácia na manutenção da supressão virológica;

Considerando a qualidade de vida das pessoas vivendo com HIV (PVHIV), através da redução da toxicidade a longo prazo relacionada aos antirretrovirais e pela facilitação posológica; esquemas simplificados podem ser utilizados em determinadas situações.

Pacientes que mantêm controle virológico, que apresentam múltiplas comorbidades ou que podem evoluir com alteração da função renal, osteopenia/osteoporose, além daqueles que apresentam intolerância ou evento adverso relacionado a outros ARV, podem se beneficiar da simplificação.

 

II- CRITÉRIOS PARA SIMPLIFICAÇÃO COM TERAPIA DUPLA

Para PVHIV com indicação de terapia dupla não será mais necessária a autorização por Câmara Técnica, desde que seguidos todos os critérios abaixo:

  • Adesão regular à TARV
  • Carga viral (CV) indetectável nos dois últimos exames, sendo a última CV realizada há menos de 6 meses
  • Exclusão de coinfecção com Hepatite B ou Tuberculose
  • Pacientes com estabilidade clínica (sem infecções oportunistas) e com clearance de creatinina que não implique em redução de dose da lamivudina (ClCr > 49mL/min)1.
  • Idade maior ou igual a 18 anos
  • Não estar gestante

Nos casos de falha prévia:

– que não tenha sido a esquemas contendo INI (raltegravir ou dolutegravir)

 

– ausência de mutações para o darunavir em genotipagem atual ou prévia

 

– garantir que mantenha ITRN plenamente ativo

 

II – ESQUEMAS RECOMENDADOS

 

A primeira opção de terapia dupla com lamivudina e dolutegravir (3TC + DTG) não está recomendada para os pacientes em uso de medicações que requeiram dose dobrada de DTG, como carbamazepina, fenitoína ou fenobarbital, ou com medicações contraindicadas ao uso concomitante com DTG, como oxicarbamazepina, dofetilida, pilsicainida. Nestas situações deve-se optar por darunavir com booster de ritonavir (DRV + RTV).

 

II- CONCLUSÃO

Dada a importância dessa recomendação, esta nota informativa tem como objetivo orientar sobre o uso da terapia dupla nos casos indicados.

Cálculo do Clearance 1. de creatinina (ClCr):

Baixe a Nota Informativa aqui!

Brasília, 03 de setembro de 2021.

Compartilhe este artigo:Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Email this to someone
email
Print this page
Print

Nenhum comentário on "Terapia dupla para PVHA acima de 18 anos – Nota Informativa do Ministério da Saúde"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.