Nossas redes sociais:

30/08/2021

“Bora Combinar!”: IPCCB lança campanha sobre PrEP

Com o slogan Bora Combinar, o Instituto de Pesquisa Clínica Carlos Borborema (IPCCB), da Fundação de Medicina Tropical Dr. Heitor Vieira Dourado (FMT-HVD), lançou uma campanha para fortalecer as ações de divulgação e popularizar conhecimento sobre Profilaxia Pré-Exposição (PrEP), em Manaus.

A PrEP é uma estratégia de prevenção ao HIV que consiste no uso diário, de um único comprimido de medicamento antirretroviral. A profilaxia, gratuita e disponível no SUS (Sistema Único de Saúde) chamada Profilaxia Pré-Exposição é uma estratégia de prevenção ao HIV.

A campanha foi construída buscando levar conhecimento sobre as estratégias de prevenção combinada.

A PrEP é indicada para pessoas vulnerabilizadas e/ou mais expostas ao risco de infecção pelo HIV – homens que fazem sexo com homens, pessoas transgêneros, profissionais do sexo e casais sorodiferentes (quando uma pessoa vive com HIV e a outra não).

A equipe do projeto desenvolveu materiais educativos para as redes sociais, materiais impressos sobre infecções sexualmente transmissíveis (IST), podcast e espalhou outdoors pela cidade. Também fazem parte da ação o website www.prepmanaus.com.br, um minidocumentário e um curso de capacitação para profissionais e estudantes da área da saúde (das redes públicas e privadas) e pessoas que trabalham com populações mais vulnerabilizadas ao HIV/AIDS. O curso é gratuito e oferece certificado de 40 horas, emitido imediatamente após a conclusão dos módulos.

Em Manaus, a PrEP está disponível na FMT-HVD, no bairro Dom Pedro, e na Clínica de Saúde da Família Raimundo Franco de Sá, no bairro Nova Esperança. “Nós convidamos a população a acompanhar a campanha, conhecer a PrEP e verificar, com o apoio de um profissional de saúde, se essa é uma estratégia de prevenção que se encaixa nos planos de autocuidado de cada um. Também buscamos aumentar a testagem e o diagnóstico para outras infecções sexualmente transmissíveis, contribuindo para o tratamento adequado e redução da transmissão” disse a médica infectologista Maria Paula Mourão, coordenadora do projeto.

O projeto é financiado pela da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS).

A ação conta com materiais educativos para as redes sociais divulgados nos perfis do IPCCB (@ipccb), panfletos sobre PrEP e outras IST e outdoors, em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde de Manaus (Semsa).

Mini documentário – Também como parte da campanha, o minidocumentário “PrEP – Bora combinar” relata histórias de oito pessoas com idades, profissões e orientações sexuais distintas, que relatam suas experiências com o uso da PrEP. Os relatos desmistificam o uso do medicamento e naturalizam o diálogo sobre o tema.

Curso de capacitação – O projeto também conta com um curso de capacitação sobre prevenção combinada direcionado a profissionais e estudantes da saúde, e pessoas que trabalham com populações mais vulnerabilizadas ao HIV/AIDS. O treinamento tem como objetivo apresentar as principais IST, relacionando a sua incidência ao diagnóstico e prevenção; descrever os riscos do HIV associado aos benefícios da PrEP e da Profilaxia Pós-Exposição (PEP); demonstrar os benefícios do atendimento humanizado para otimizar o acesso à PrEP; além de desenvolver estratégias para melhorar e ampliar os meios de comunicação, acesso e aceitabilidade do uso da PrEP.

Dividida em 11 unidades de estudo, a capacitação, on-line e assíncrona, disponibilizará certificado de 40 horas aos participantes que finalizarem as aulas. O treinamento conta com parceria da Universidade do Estado do Amazonas (UEA).

Atenção especial à aula 9, com o título DES) construindo conceitos – Precisamos falar sobre isso, ministrada por Diego Rafael, mais conhecido entre pares e ativistas como Rafael Arcanjo (Farmacêutico, Esp. Farmácia Clínica e Prescrição Farmacêutica, Mestrando em Doenças Tropicais e Infecciosas (DTI) pelo Programa de Pós Graduação em Medicina Tropical (PPGMT) da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), representante da RNP+Amazonas e ativista LGBTQIA+) que fecha o curso com chave de ouro.
Desconstruir ESTIGMA é necessário na sociedade em geral, mas no serviço de saúde é URGENTE!
Aconselho ativistas e todos os profissionais da saúde a assistirem e colocarem em prática esse bê a bá que o Movimento Nacional de Luta Contra a AIDS vêm repetindo há décadas!
Nada sobre nós, sem nós!

Pesquise uma matéria por palavra
Pesquise notícias mais lidas
Posto de saúde Maria Cirino Souza

Seja Afiliado

Venha fazer parte dessa grande famìlia e juntos trasformar vidas

Junte-se a nossa causa e ajude a melhorar a vida de diversos brasileiros desasistitidos que lutam por condições melhores de vida e acesso a remèdios e procedimentos que podem lhes dar uma expectativa de vida maior.

É gratuito! Unindo forças e oferecendo o que possamos dar como influencia e dedicação as causas de políticas públicas podemos ajudar uma grande comunidade.