Nossas redes sociais:

29/11/2019

Um ativista, um cidadão, um grande ser humano

Um câncer nos rins e uma metástase no cérebro levou, às 4h50 da madrugada deste 29 de novembro, o ativista José Hélio Costalunga de Freitas.

Membro da Rede Nacional de Pessoas Vivendo com HIV e AIDS (RNP+BRASIL) desde os primórdios desta rede, nos últimos quatro anos Zé Hélio esteve à frente da Secretaria Nacional Executiva. Antes representou a RNP+BRASIL na Comissão Nacional de DST, Aids e Hepatites Virais (CNAIDS) e na Comissão de Articulação com os Movimentos Sociais (CAMS), ambas assessoras do extinto Departamento de IST, Aids e Hepatites Virais do Ministério da Saúde. No último encontro nacional, em São Paulo, foi eleito para retornar à CNAIDS.

Há pouco mais de um ano, Zé começou a reclamar de tonturas e perda de eixo. Foi diagnosticado com labirintite. Neste ano, assim que soube de seu câncer, aproveitou uma visita a Porto Alegre do atual diretor do Departamento de Condições Crônicas e Infecções Sexualmente Transmissíveis (DCCI) do Ministério da Saúde, Gerson Pereira, para dizer-lhe que era preciso pesquisar mais sobre a relação entre câncer e aids. Era um ativista antes de qualquer coisa.

Mesmo fora das representações que ocupou, assistia pela internet a todas as reuniões da CNAIDS, da CAMS e do Conselho Nacional de Saúde. Pelo WhatsApp, se necessário dava uma ou outra orientação às representações da RNP+ nestes espaços. Era um cidadão.

Capacitado para as representações que atuou, Zé não deixava de ler nada que se referisse à aids. Se não tivesse informação, calava-se. Racional e contemporizador, foi o fiel da balança, o equilíbrio da Secretaria Nacional de 2015 a 2019. Era um grande ser humano.

Na última vez que falou com um de seus companheiros de Secretaria Nacional, disse que estava preparado para a passagem que faria em breve. E que estava tranquilo. Nós aqui estamos em lágrimas, Zé. Você certamente será um ativista no outro plano.

Beijos no bate-bate, guri.

Seja Afiliado

Venha fazer parte dessa grande famìlia e juntos trasformar vidas

Junte-se a nossa causa e ajude a melhorar a vida de diversos brasileiros desasistitidos que lutam por condições melhores de vida e acesso a remèdios e procedimentos que podem lhes dar uma expectativa de vida maior.

É gratuito! Unindo forças e oferecendo o que possamos dar como influencia e dedicação as causas de políticas públicas podemos ajudar uma grande comunidade.